eCall Português English
Coronavírus, home office e infraestrutura de TI

Da noite para o dia, muitas empresas se viram dependentes do home office devido à pandemia do COVID-19. Essa modalidade de trabalho, entretanto, não estava no script das companhias. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apenas 5,8% dos trabalhadores estavam em regime de home office em 2018. Esse número, que representa a pequena parcela da população acostumada com esse tipo de trabalho, nos mostra a necessidade de adaptação imediata tanto das empresas quanto dos profissionais durante a pandemia. 

Inicialmente, o choque foi grande para ambas as partes. Mas, durante a crise, foi possível perceber uma modalidade plausível para o pós-coronavírus. Ou seja: as empresas perceberam que é possível garantir a produtividade mesmo à distância. Para o professor André Miceli, da Fundação Getúlio Vargas, o trabalho remoto é uma das tendências para os próximos anos. Ainda assim, mesmo estudos demonstrando benefícios diversos, é necessário planejamento para que essa mudança seja possível. 

Um dos principais pontos que devem ser levados em consideração para a adoção total ou parcial do home office em empresas que, até então, não possuíam essa cultura, é a infraestrutura de TI. Para começar um plano de implementação do trabalho remoto é preciso seguir alguns passos para que a transição ocorra sem problemas técnicos. Alguns deles são: 

  • Conexão segura 

A nuvem já garante uma boa segurança na troca de arquivos, mas é importante que o monitoramento dos equipamentos seja feito, mesmo que remotamente. Isso vai impedir que vírus ou outros problemas mais sérios invadam a rede da empresa através de mau uso dos colaboradores. 

  • Acesso remoto 

Como será feito o acesso ao servidor da sua sede? Para evitar sobrecargas, é importante aderir à nuvem: uma infraestrutura feita para funcionar de qualquer lugar, com alta escalabilidade e segurança. 

  • Infraestrutura de TI: data center 

É mais difícil garantir a segurança dos seus dados quando o escritório está vazio e o seu data center é físico, alocado na sede da empresa. Por isso, pense em um investimento inteligente, que lhe dá tranquilidade na hora de cuidar do armazenamento da sua empresa. O serviço de data center em nuvem é cada vez mais requisitado justamente pelas facilidades que ele oferece. 

Após a verificação desses passos, sua empresa já terá concluído a primeira etapa que possibilitará novos caminhos para o trabalho remoto. Para saber como proceder nessa nova fase em que estamos entrando, entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar você nessa transformação.